Benefícios da caminhada para o corpo e mente

Conheça as vantagens do exercício mais barato e democrático do mundo

Para aqueles que não suportam academias ou que não querem gastar muito dinheiro, a caminhada é uma excelente alternativa. Basta um bom par de tênis confortáveis para começar a ficar em forma e ganhar alguns anos a mais de vida. Não importa a altura, o peso ou a cultura: a caminhada é para todos.

Um estudo da Universidade de Illinois, nos EUA, mostra que a caminhada tem um efeito antienvelhecimento. Esse efeito também pode se aplicar ao nosso cérebro, aumentando os circuitos e diminuindo riscos de problemas de atenção e memória. Então, sim, caminhar pode deixar não só seu corpo mais jovem como a sua mente também!

Você já leu o estudo que diz que caminhada pode emagrecer mais do que academia? Confira agora

Caminhada faz bem

O estudo funcionou da seguinte maneira: os pesquisadores acompanharam 70 adultos com idades entre 60 e 80 anos, por cerca de um ano. Nesse tempo, observaram que quem fazia caminhadas regularmente tiveram vários benefícios quando comparados aos sedentários. Benefícios esses que não se aplicavam somente ao físico, mas às funções cerebrais também.

“O grupo aeróbico apresentou melhorias na memória, atenção e em diversos outros processos cognitivos”, disse o especialista Arthur F. kramer. Segundo os estudiosos, ao mesmo tempo em que os idosos ganhavam mais condicionamento conforme caminhavam, a atividade cerebral aumentava de um jeito muito parecido com um indíviduo de apenas 20 anos de idade.

Caminhada “rejuvenesce”

Quando envelhecemos, nossas sinapses são afetadas. Para quem não sabe, sinapses são estruturas altamente especializadas, com a função de transmitir um impulso nervoso de um neurónio para um outro. Elas são as responsáveis por “carregar informação” para outras partes do cérebro e estão intrinsecamente conectadas ao processo de aprendizagem.
Quando somos mais “experientes”, essa “conexão de redes” dentro do nosso cérebro já não atua tão bem. “Quando caminhamos, integramos estímulos visuais, auditivos, assim como sinais vindo das articulações e músculos, em relação a onde o pé está, o nível de força, e outros movimentos. É o velho conceito: se você não usa, você perde. Para que algo seja benéfico, precisamos fazê-lo repetidamente, e caminhar é uma atividade de repetição, finalizou Arthur.

Vale ressaltar que os resultados não vão aparecer repentinamente. Segundo os pesquisadores, os efeitos no cérebro só começaram a ser observados no seu grupo de experimento após 12 meses de prática de caminhada regular.

Motivos para caminhar

– Diminui o estresse
– Afasta a depressão
– Aumenta a disposição
– Melhora a qualidade do seu sono
– Fortalece o sistema imunológico
– Previne doenças coronarianas
– Fortalece a musculatura das pernas
– Melhora a circulação
– Ajuda a controlar o colesterol e a diabetes

• Quer emagrecer até 4 quilos por mês sem deixar de comer o que gosta? Clique aqui, e comece agora