Dieta e festas: o que fazer

Festas e feriados podem ser verdadeiros obstáculos para quem quer emagrecer

Difícil não resistir à variedade de doces e salgados que encontramos nas festas. Coxinhas, bolinhas de queijo, rissoles, hot dogs, brigadeiros, beijinhos, bolos, tortas… Como lidar com tanta coisa gostosa – e calórica – quando se está de dieta?
Será que recusar os convites é a melhor opção? Levar a própria comida é uma boa ideia? Listamos 6 dicas que podem te ajudar com esse probleminha:

1. As pessoas são mais importantes que a comida.

Festas são ocasiões especiais feitas para socializar, dar boas risas e ter boas conversas. Claro, a comida também tem um papel importante, mas, uma vez que seu foco estiver mais direcionado às pessoas e menos à comida, você conseguirá manter um equilíbrio e não comer mais do que precisa.

2. O excesso faz parte, mas deve ser uma exceção e não uma regra.

“Exagerar” uma vez ou outra é completamente normal. Todos passam por isso e, convenhamos, a vida não teria graça sem alguns exageros. O que não pode acontecer é deixar que um dia de comemoração vire uma semana inteira de gula.

3. Não vá de estômago vazio.

“Não vou comer nada o dia inteiro para chegar na festa e poder comer tudo o que eu quiser!” Quem nunca ouviu (ou disse) isso, não é mesmo? Bom, primeiramente, agir desse modo não é saudável e é bem provável que você passe mal na hora da comemoração. E, em segundo lugar, isso aumenta muito as suas chances de passar da conta. Procure se alimentar antes da festa, normalmente. Dê preferência aos alimentos integrais e às frutas, que irão propor mais saciedade. E, claro, nada de pular as refeições.

4. Coma devagar. A comida não vai sair correndo.

Nosso organismo demora cerca de 20 minutos para se sentir saciado depois que comemos. Por isso, quando você come rapidamente como se nunca mais fosse ver comida na vida, seu cérebro não percebe que você está se alimentando e, consequentemente, não fica saciado. Sumôs, que precisam consumir MUITAS calorias, utilizam a técnica de comer rapidamente. Isso porque, se comem devagar, acabam ficando saciados e não conseguem ingerir tudo o que precisam.
Conclusão: coma devagar, mastigue bem os alimentos e saboreie bem a comida. Isso vai te manter longe daquela vontade louca de sair comendo tudo o que vir pela frente.

5. Se for beber, beba com inteligência.

É sempre melhor optar pelas bebidas não alcoólicas, como todos já sabemos. Mas, como também já sabemos, às vezes não dá pra resistir. Se for beber, reveze a bebida com copos de água. Misturar água com gás na bebida também ajuda, pois reduz um pouco o teor alcoólico. Contudo, tenha em mente que bebidas alcoólicas possuem muitas calorias e pouquíssima qualidade nutricional – assim como os refrigerantes, que são cheios de açúcar e sódio. Se puder, dê preferência aos sucos.

6. Exercite-se muito e coma sem peso na consciência

Essa, talvez, seja a melhor dica desse texto. Ou, pelo menos, a dica que a maioria vai amar ouvir. Vamos supor que você tem uma festa à noite e sabe que vai comer e beber até não aguentar mais. Já que você tem certeza que vai exagerar – e, provavelmente, se arrepender muito no dia seguinte – que tal queimar muitas calorias para compensar? A melhor opção para diminuir os “estragos” do excesso é a musculação. Apenas 1 horinha de musculação intensa é suficiente para fazer com que seu corpo queime calorias durante o dia inteiro! Se aliar com mais 1 horinha de exercícios aeróbicos, ainda melhor!

Saiba mais:

6 hábitos que transformam seu metabolismo em uma máquina de queimar gordura

4 receitas Low-Carb deliciosas e fáceis de fazer

Você quer emagrecer por você ou pelos outros?

Você sabe qual é o melhor exercício para você?