Dieta da USP: como fazer passo a passo para emagrecer, cardápio USP e receitas

dieta da usp
Emagreça coma Dieta da USP

A princípio é importante deixar claro que a Dieta da USP leva o nome da Universidade de São Paulo (USP), no entanto, não existe nenhuma relação com a universidade. Seu nome foi elaborado com o intuito de dar uma falsa credibilidade à dieta. Ela apresenta os mesmos princípios que a dieta das proteínas ou a dieta Atkins, a drástica redução dos carboidratos.

Funcionamento da Dieta da USP

O programa possui um cardápio de uma semana, com refeições definidas para cada dia. Apresentam como recomendação o baixo consumo de alimentos que contenham carboidratos (massas, farinhas, arroz, aveia, pão, milho, batatas, barra de cereal, macarrão, cará, inhame) e o aumento dos alimentos ricos em proteínas (carnes, ovos, peixes, embutidos e leite integral e derivados do leite) e gorduras (presentes nas carnes, azeite, sorvete e oleaginosas).
As refeições incluem basicamente café, limão, biscoito salgado, ovos, frango, peixes, carne vermelha, queijo branco, cenoura, tomate, vagem, ervas (agrião, chicória e alface), presunto e iogurte natural, com frutas liberadas a partir do quinto dia. As bebidas alcoólicas estão proibidas e o consumo de café, água e chás é liberado, desde que com adoçante.
Nessa dieta não é permitido substituir os alimentos que estão no cardápio e nem trocá-los de horário. Depois de completar essa semana, deve-se iniciar novamente o cardápio desde o primeiro até o sétimo dia.

Uma dieta hipocalórica

Uma dieta nutricionalmente balanceada para perda de peso deve fornecer um déficit diário de 500 calorias a 1000 calorias, o que permite uma perda de cerca de 0,45 kg a 1 kg por semana, respectivamente. Contudo, a dieta da USP é muito restritiva e não traz uma redução calórica adequada à pessoa para o emagrecimento saudável.

Os adeptos da dieta da USP de fato emagrecem, mas acabam perdendo grande quantidade desse peso em massa magra (músculo e água) e correm o risco de desenvolver deficiência de nutrientes. A queima de músculos ocorre porque com o baixo consumo de calorias, o corpo fica sem boas quantidades da sua principal fonte de energia, os carboidratos. Por isso, o organismo irá utilizar o glicogênio, pequena reserva de energia que fica no músculo e fígado.

O perigo das dietas restritivas

– É uma dieta desequilibrada nutricionalmente, a perda de peso rápida é decorrente da baixa ingestão de calorias, o que leva à perda de água e massa magra que pode dar falsa ilusão de emagrecimento.

– Durante o processo de emagrecimento é possível que haja sensação de fraqueza, pois a pessoa poderá ficar sem energia para executar suas atividades diárias, além de sentir dores de cabeça, náuseas, tontura e mal estar.

– Além disso, não promove reeducação alimentar e, assim como as demais dietas, somente proporciona resultados imediatos.

Dicas

Depois de fazer a Dieta da USP para perder barriga, procure sempre manter uma dieta balanceada. Ela é essencial para que você perca peso com saúde.
Fazer exercícios físicos também ajudará em seu emagrecimento. Comece com 30 minutos de caminhadas por dia. Veja mais exercícios para perder barriga.

O que as pessoas dizem

Os testemunhos da Dieta da USP são inúmeros. Muitos dos seus adeptos compartilham o sucesso do emagrecimento, ao mesmo tempo em que contam como foi difícil seguir, monótona e restritiva, por isso torna-se muito difícil de ser seguida.

Cardápio da Dieta da USP

Confira como é o cardápio da Dieta da USP:

Primeiro dia

  • Manhã: Café preto sem açúcar, com adoçante
  • Almoço: 2 ovos cozidos e ervas a desejar
  • Jantar: salada de alface com pepino e salsão à vontade.

Segundo dia

  • Manhã: Café com bolacha cream-crakers
  • Almoço: 1 bife grande com salada de frutas à gosto
  • Jantar: Presunto à vontade.

Terceiro dia

  • Manhã: Café com biscoito cream-crakers
  • Almoço: 2 ovos cozidos, salada de vagem e 2 torradas
  • Jantar: presunto e salada.

Quarto dia

  • Manhã: Café com biscoito
  • Almoço: 1 ovo cozido, 1 cenoura e queijo minas à vontade
  • Jantar: Salada de frutas e iogurte natural.

Quinto dia

  • Manhã: Cenoura crua espremida com limão e café preto
  • Almoço: Frango grelhado à vontade
  • Jantar: 2 ovos cozidos com cenoura.

Sexto dia

  • Manhã: Café com biscoito
  • Almoço: Filé de peixe com tomate à vontade
  • Jantar: 2 ovos cozidos com cenoura.

Sétimo dia

  • Manhã: Café com limão
  • Almoço: Bife grelhado e frutas à vontade
  • Jantar: Comer o que quiser, menos doce e bebidas alcoólicas.

Fonte: Minha Vida