Mindful Eating: Aprenda a emagrecer com ele

O mindful eating é um conceito milenar que está sendo muito falado hoje em dia. Ele prega o foco completo e atenção plena no ato de comer, a fim de extrair o máximo benefício, tanto do alimento, quanto da própria experiência.

O que é e como funciona

Para a Dra. Fernanda Vasconcelos, médica nutróloga do Hospital Santa Cruz, de São Paulo, comer consciente é perceber as sensações envolvidas em todo o processo do ato de comer, tanto física quanto emocionalmente, desde a fome, a escolha dos alimentos, o preparo do cardápio e a plenitude quando ficamos satisfeitos após o término da refeição.

Orientações bem simples podem fazer grande efeito nos resultados.

“Iniciar as refeições por uma salada, não ter comida na mesa (prato pronto), e comer conscientemente e devagar, pois o ritmo da refeição é importante para reconhecer a resposta de saciedade e isso leva em média 20 minutos após o início da refeição”.

Explica Michael Zanchet, psicólogo clínico especializado em comportamentos de saúde, estresse e ansiedade.”Toda vez que pensar sobre a possibilidade de ingerir algum alimento, reflita e se questione: “há quanto tempo fiz a última refeição?”. Caso tenha sido menos há de 3 horas, questione-se novamente: ‘Fome de que você tem? ’, completa o especialista. “Se fizer 3 horas ou mais, provavelmente é necessidade nutricional, mas caso o período seja menor, pode ser ansiedade, tristeza ou, até mesmo, sede”,

mindful eating

Mindful Eating x Emagrecimento

De acordo com o mindful eating, nenhum dos extremos é “certo” na hora de se alimentar. Se a relação com a comida não é boa, ela vira obsessão, aumenta a insatisfação e a insegurança. Isso, certamente, leva a pessoa a tomar más decisões à mesa, num círculo vicioso.

Apesar de não se tratar de uma dieta, esse conceito pode ajudar no controle do peso.

“A diferença é que esse método busca proporcionar uma nova relação com a comida, modificando o hábito de se alimentar desorganizadamente e buscando levar esse hábito solidificado para a vida”, garante o psicólogo.

“Muitas pessoas comem na tentativa de preencher outro vazio. Confundem a fome com sentimentos como o tédio, a tristeza, a ansiedade ou estresse. Esse discernimento é fundamental”, afirma a nutróloga.

Os benefícios do comer consciente

mindful eating - 2

Ansiedade, compulsão alimentar, transtornos de humor, depressão, estresse pós-traumático, dor crônica, câncer, abuso de substâncias, entre muitas outras condições clínicas: todas podem ser melhor gerenciadas a partir da prática de mindful eating. Para quem adota esse estilo de comer, uma série de benefícios já foi notada, como:

  • Redução dos fatores de risco para transtornos alimentares;
  • Redução de compulsões alimentares;
  • Menor internalização de ideais de magreza;
  • Associação do prazer em comer;
  • Menos prática de dieta;
  • Menor ansiedade em relação à comida.

“O método permite ainda a conscientização de si, dos próprios atos, com recuperação de autocontrole, autoconfiança, dando menor chance a comportamentos indesejados, impensados, exageros e compulsões. Tudo isso reflete na redução do IMC (índice de massa corpórea), com melhora do perfil metabólico e saúde psicológica”, garante a especialista.

Dicas para emagrecer com o Mindful Eating

– Dedique-se de forma absoluta: não divida a atenção com outras atividades ou distrações, como aparelhos eletrônicos.

– Sente para comer: Ao invés de comer em pé, na frente da geladeira, busque sentar-se à mesa e aproveite aquele momento para degustar a sua refeição por completo.

– Aproveite cada mordida: preste atenção no cheiro, na temperatura e na textura da comida.

– Diários alimentares podem ajudar: eles podem te auxiliar a ter mais visibilidade e consciência do que estão comendo.

– Prepare cuidadosamente seu próprio alimento, atentando-se a cada detalhe: Tudo isso faz parte do processo de alimentar-se. O mindful eating é um convite à lucidez de todas essas sensações.

Leia mais: Meditação no Tratamento da Ansiedade

Leia mais: Como a Ansiedade pode levar à Compulsão Alimentar